Resenha: Uma Carta de Amor (★★★★)

Olá leitores, tudo bem??

Faz um temmmmmmmmmmpão que eu não lia nada do Nicholas Sparks. Esse tempo acabou o tio Nicholas voltou!

Título: Uma Carta de Amor
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro

Classificação: (★★)


Esse livro não é realmente novo. Foi escrito em 1998 e foi relançado no mês de janeiro pela Arqueiro. O que mais me chamou a atenção foi o enredo. Eu SEMPRE sonhei em jogar uma garrafa no mar com alguma carta ou algo do gênero - mas nunca faço porque sempre acho que algum animal marinho vai morrer por minha causa.



Enfim, deixando o meu desejo de lado, o livro conta a história de Theresa, uma mulher que sofreu um divorcio meio traumático (traição) e que tem um filho. Ela é cronista na coluna "Pais Modernos" e vive sob pressão e correria constante entre entregar suas crônicas e cuidar do seu filho, Kevin, de 12 anos.

Ela é uma mulher bonita e bem sucedida no que faz, mas após o término, nunca teve nada mais sério do que alguns encontros. Seu filho sempre foi sua prioridade e é difícil alguém aceitar isso.

Nenhum desses relacionamentos parecia igual ao que costumava ser, e é claro que não era mesmo. As coisas mudavam, assim como as pessoas, e o mundo continuava a girar.



Tudo começa a mudar quando Kevin vai passar as férias com o pai e sua madrasta, e Theresa vai pra praia passar alguns dias com um casal de amigos - sendo a mulher, sua melhor amiga e também sua editora-chefe.

Durante uma corrida matinal pela praia, uma garrafa chama sua atenção. Ela abre e percebe que dentro tem uma carta de amor. Emocionada, ela vai pra casa contar para sua amiga. Ambas se comovem com a quantidade de sentimentos e de veracidade nas palavras. A editora-chefe já pensa em trazer a carta para a coluna de Theresa, mas ela fica receosa e acaba, por fim, aceitando.



Theresa faz uma introdução, troca os nomes e publica. É claro que a carta teve muita repercussão e ela recebe vários feedbacks, inclusive uma ligação perguntando se o autor da carta se chamava Garret e a mulher que o inspira era Catherine. Com as informações confirmadas, ela descobre outra carta da mesma pessoa e com a mesma emoção refletida: um homem que amou verdadeiramente a sua esposa e que sempre irá amá-la. Mas, infelizmente, por algum motivo estão separados.

O amor verdadeiro é raro, e é a única coisa que dá sentido genuíno à vida.



Theresa não consegue se controlar e imagina que é isso que ela queria: um homem que a amasse verdadeiramente. Intrigada diante da coincidência, ela faz uma pesquisa sobre garrafas jogas no mar e descobre um artigo que publicou uma carta no mesmo tom das que achou. Entrando em contato com o escritor, ela descobre a terceira carta escrita por Garret. Já era demais!

Ainda sonhava em se apaixonar, em ter alguém para abraçá-la e lhe dar a sensação a única pessoa do mundo.

Com algumas poucas informações sobre a possível cidade e o lugar em que ele trabalha, sua editora-chefe incentiva Theresa a embarcar numa viagem com grandes possibilidades de dar errado. Descobrir quem Garret realmente é. Após algumas ligações e informações, ela decide ir, e assim o enredo realmente se desenvolve.



Em uma viagem incerta, ela vai atras de um homem, que sempre será apaixonado por Catherine, sem saber o que esperar.

Theresa, sei que parte de você acredita que conseguirá mudar alguém, mas a realidade é que isso não existe. Você pode mudar a si mesma, e Garrett pode mudar a si mesmo, mas você não pode fazer isso por ele.


Eu amei muito o enredo, mas depois que ela encontra o Garret, as coisas começam a ficar mais monótonas e cansativas. Aquele mel típico do Nicholas. Foi esse o motivo das quatro estrelas. Mas é um livro muito bom, um dos melhores do autor que eu li. É narrado em terceira pessoa e oscila entre os pontos de vista.

Passamos tanto tempo imaginando as coisas que deixamos de dizer.

Recomendo principalmente para as românticas de plantão! Tem um desfecho típico do autor, e, em si, é uma história muito bacana de superação, amizade, família, amor e com aquele toque de "seguir em frente".

Espero que vocês tenham gostado :)
XOXO

Me acompanhe: Instagram ♥ Facebook ♥ Canal ♥ Instagram do blog ♥ Snap: Nati_chanoski

Nenhum comentário:

Postar um comentário