Alguns Tipos de Estantes - O Retorno

Olá pessoal, tudo bem?? Eu espero que sim pois hoje tem um post bem bacanudo ♥

Há um tempão eu fiz uma seleção de estantes... foi um post bem divertido que eu amei fazer! Então resolvi fazer um "O Retorno" hehe

Eu vou procurar diversificar ao máximo do anterior, então o link do antigo pra quem quiser é esse: Alguns Tipos de Estantes (Só algumas imagens não abrirão pois na época eu não sabia colocar direito a imagem no post rs)

Espero que gostem <3






A foto fala por si só, não é mesmo?


AMEI toda essa ideia de movimento


Seria o meu sonho?


Adorei demais! Porém é só de enfeite mesmo... Não cabe quase nada rs


Porque livro gera conhecimento 


Imagina com a letra do seu nome? Ou as iniciais do blog?? Quero uma (3) com UNR pra ontem!


Para os apaixonados por música


Ainda não entendi como funciona, mas adorei (porém não teria pois tenho medo que estrague os livros)


Pra deixar o(s) livro(s) de cabeceira ♥

Endereço dos lugares que as fotos foram retiradas:
E aí, gostaram?? Qual é a preferida de vocês?
XOXO

Mutualismo x Protocooperação



Lembro o quão fascinada eu fiquei há exatamente um ano: o professor entrou na sala de aula explicando o conceito de "mutualismo". Logo de cara eu relacionei com o amor! Ah, naquela época eu relacionava tudo com o amor. Na minha cabeça, a relação seria como nos contos de fadas da Disney: uma dependência mútua entre o casal. Um depende do outro pra viver. São os dois, ou nenhum. Sem essa de um só. Achei lindo! E, com certeza, era uma relação como essa que eu queria ter na minha vida.

Agora, assistindo a mesma aula, mas um ano depois, foi outro conceito que me chamou atenção. Dessa vez é "protocooperação". Sabe, não acho mais necessário encontrar o "oxigênio" da minha vida. Eu quero ser o próprio oxigênio da minha. Ou melhor, quero não depender de apenas uma coisa pra viver. Achar alguém com quem eu me sinta bem já está maravilhoso! Não preciso fazer disso o objetivo principal da minha vida. Apenas, quem sabe, um desejo secundário. Como diz a teoria: junto realmente é melhor, mas separado também é bom.

Lançamentos de Julho + Promoção (Gente e Única)

Olá pessoal, tudo bem??


Vim compartilhar com vocês essa promoção maravilhosa que a Gente e a Única estão fazendo ♥



Atentem-se à três coisas:
  1. Vai até dia 31/07
  2. É para compras acima de 100 reais (mas veja que os descontos valem MUITO!)
  3. O Frete será gratuito 
Uma dica: Se você não quiser comprar tantos livros assim, procure algumas pessoas que tembém querem um livro ou outro e comprem juntas!

Agora vamos aos lançamentos de Julho:


Casa Organizada:



Uma casa deve nos servir – e não o contrário!
Este livro veio para desmitificar a ideia de que é preciso investir muito tempo na casa para deixá-la organizada.
Thais Godinho defende que a organização da casa não precisa – nem deve – ser uma tarefa desgastante. Você também se sente frustrado por ver seu tempo perdido em arrumações que logo serão perdidas? Sua casa vira uma bagunça pouco tempo depois de você colocar tudo no lugar? Aqui você verá que organizar a casa é fazer dela um lugar que funcione para você. É transformar o lugar no qual você mora em um refúgio para aproveitar os dias e que faça você ter vontade de voltar. Aqui você verá que é possível ajustar as expectativas em relação à casa de acordo com o seu estilo de vida sem deixar de lado a satisfação de ter um lugar com a sua cara.
Depois de ler este livro, você terá a certeza de que é possível ter uma casa organizada mesmo com uma rotina cheia de compromissos e sem precisar contratar alguém para ajudar.
  • Aprenda a manter sua casa organizada por meio de simples ações diárias
  • Crie um sistema de organização em que todos participem
  • Saiba como aliar cuidados com a casa ao trabalho e aos estudos

Fique com Alguém que não tenha Dúvidas:

Uma das maiores certezas da vida é que todo mundo vai sofrer por amor.
Desnecessário dizer que todo mundo já teve uma história amorosa que deu errado. E se ainda não teve, um dia vai ter. Mas por que isso acontece com tanta gente e com tanta frequência? Falta de sorte? Dificuldade em dialogar? Falta de leitura do outro? Nada disso. A verdade é uma só: quando desejamos muito uma pessoa, ignoramos todos os sinais, os aprendizados e a experiência que temos e insistimos cegamente, mesmo que as chances estejam contra nós.
Sim, a paixão nos faz crer nas desculpas mais esfarrapadas e a descrer nos avisos mais óbvios, e então nos boicotamos tentando acreditar na ilusão de que dessa vez vai ser diferente. Nunca é.
Marina Barbieri está há anos tentando impedir suas leitoras de se enganarem. Autora do Deu Ruim, um dos blogs sobre relacionamentos de maior sucesso no Brasil, Marina Barbieri fala neste livro sobre tudo aquilo que no fundo você já sabe, mas se recusa a assumir. Você vai conhecer personagens que provavelmente já deve ter encontrado, como o sr. Feito-Para-Casar, o sr. Distância e o sr. Problema, entre tantas outras figurinhas que estão perambulando por aí e vez ou outra atravessam a sua vida.
Prepare-se para alternar entre rir alto e chorar baixinho com crônicas da vida de todos nós quando se trata de amor (ou da falta dele).  Marina Barbieri compartilha com seus leitores as roubadas amorosas da própria vida, mostrando que amar pode ser mais simples do que nós fazemos parecer.


Relacionamentos, Influências e Negócios:

É hora de fazer acontecer!
Muitas pessoas vivem como se estivessem esperando a grande oportunidade para finalmente conseguir realizar o sonho de ter o próprio negócio. No entanto, quase sempre as oportunidades estão batendo à porta há bastante tempo, sem ser percebidas. A área de vendas por relacionamento (ou vendas diretas) tem sido a grande chance de muita gente, e pode ser a sua também.
Neste livro, você aprenderá tudo o que é necessário para realizar seu sonho e atingir seus objetivos. Você é o responsável pela sua vida, e aqui saberá como fazer acontecer! Márcio Giacobelli não tem fórmulas mágicas, mas tem algo igualmente valioso: conhecimento de especialista. Ele apresenta inúmeras possibilidades. Caberá a você decidir qual caminho seguir.
  • Saiba como melhorar os negócios e ganhar qualidade de vida
  • Mude sua vida por meio das vendas por relacionamento
  • Revolucione sua forma de trabalhar
  • Aprenda a reconhecer grandes oportunidades
  • Visualize tudo isso com o auxílio de vários infográficos interativos

Caso alguém queira baixar o primeiro capítulo de algum deles: (tem nos links abaixo)
- Fique com alguém que não tenha dúvidas:
http://www.editoragente.com.br/…/fique-com-alguem-que-nao-t…
- Relacionamento, influência e negócios:
http://www.editoragente.com.br/…/relacionamento-influencia-…
Espero que tenham gostado ♥
XOXO

Me acompanhe: Instagram ♥ Facebook ♥ Canal ♥ Snap: Nati_chanoski

Tag: Perguntas Literárias

Olá pessoal! Faz um tempão que eu não faço nenhuma tag aqui no blog e a Suuh do blog Um Simples Prazer me indicou pra responder essa <3 Obrigada pela lembrança Suuh

E vamos lá que eu já estava com saudades desses posts de tags!



1- A capa mais bonita da sua estante


Escolhi esses três livros... gosto é uma coisa muito pessoal então é difícil de explicar hehe, mas eu simplesmente acho essas três capas muito fofas ♥


2- Se pudesse trazer um personagem da ficção para a realidade, qual seria?


Estou em uma fase super Spencer love haha
Eu traria ela pra realidade pois queria muuuuito ser amiga dela! Aliás, podia trazer as 5. Não, melhor, todo mundo! Quem nunca se imaginou vivendo em PLL...

3- Se pudesse entrevistar um autor(a), qual seria?



Definitivamente seria a Meg! Ela foi quem me fez "gostar de leitura", então tenho muita coisa pra falar com ela e muitas perguntas pra fazer ♥

4- Um livro que você não leria de novo? Por quê?


Todos os livros que eu tenho eu leria novamente. Então escolhi esse que eu emprestei de uma amiga só pra vestibular... E é de um formato que não me atrai.

5- Uma história confusa?


Demorei muito pra escolher um livro pra essa categoria. Escolhi Um Dia que foi um livro que eu nunca terminei de ler. Quando iniciei a leitura, eu não sabia como ele funcionava (sobre ser o mesmo dia de anos diferentes), então acabei ficando perdida, a leitura começou a se arrastar e eu abandonei. Mas definitivamente quero ler novamente pois imagino que eu vá amar agora que eu sei como ele funciona!

6- Um casal?


A Pri e o Ro <3 (Escolhi o MVFS2 pois tem os dois na capa)

7- Dois vilões (pode ser tanto dois vilões que goste, como não goste)


Então, eu tenho dificuldade com vilões... Escolhi a Valentina de Confissões de uma Garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática - no início eu super não ia com a cara, mas no fim do livro já até que gostava. E a A de PLL por motivos óbvios.

8- Um personagem que você mataria (ou tiraria do livro)


A protagonista do conto da Paula. Gente, eu achei ela bem chatinha... Sério! 

9- Se pudesse viver em um livro, qual seria?


Viveria em Incrível ♥ pra quem não sabe, eu classifico esse livro como uma mistura de PLL com GG (credo, como mencionei PLL nesse post... eu hein) tem resenha no blog pra quem tem curiosidade em saber mais!

10- Qual o maior e o menor livro da sua estante?


Acho que a foto já fala por si só né pessoal! hehe

Eu vou indicar as meninas que fazem 6 on 6 comigo! E se você, leitor, quiser responder também, sinta-se à vontade e não esqueça de deixar o link aqui pra eu ver <33

Thais Silva
Da Prateleira
Gisely Fernandes
Dica Cutie


Espero que tenham gostado <3
XOXO

Novo Livro de Poemas:

Oioi pessoal, esses dias o Emerson Sarmento me procurou pedindo um espaço aqui pra divulgar o seu segundo livro! Primeiro eu dei uma olhada e posso falar que eu AMEI! É um livro de poemas, vou deixar algumas coisas aqui pra quem tem curiosidade... Espero que gostem tanto quanto eu ♥

Acasos. Foram os acasos que me levaram a prefaciar meu segundo livro de poemas. Talvez seja a vida me pregando uma irônica peça e rindo maviosamente atrás de algum muro a me observar enquanto escolho as palavras certas, enquanto penso na receptividade para com os leitores nesta porta de entrada para o universo do Cromossonhos.

Foto: Carol de Andrade

"Quando passei a pensar neste livro – ainda sem título – quis expor aos leitores meu DNA poético, colocar para fora o que habita organicamente por dentro e além da minha epiderme, dar ordem na bagunça interna e organizar tudo no lado de fora para que fosse tudo compreensível ao tornar concreto meus devaneios, meus sentimentos, minhas angústias, meu eu político e filosófico.  Toda gestação desse desejo me levou a entender que com a poesia tudo isso seria possível.  Talvez essa necessidade quase que anatômica tenha merecido o nome escolhido ao título, um neologismo que faz referência ao cromossomo com a intenção de gerar minha própria sequência de DNA e vários genes, outras sequências de nucleotídeos desempenhando o mecanismo funcional das células do ser vivo – enquanto poeta.
No meu primeiro livro Perfume do Sangue optei por me prender a métrica do soneto sobretudo por um gosto muito pessoal ao ritmo, à forma e à estética que tanto me chamam a atenção. Neste segundo livro não consegui e, na verdade, não quis sair das formas clássicas, não obstante, me aventurei além das formas fixas e pulei de paraquedas num laboratório que eu nem sabia que existia em mim e arrisquei os versos livres no intuito de compor meu próprio ritmo, minha própria identidade num gênero que outrora foi julgado "poema menor" no ponto de vista parnasiano.

Admito que também cultivei um certo preconceito com os versos livres até o momento em que me permiti conhecer mais a fundo as obras de Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros e entre outros... eu pude perceber que a poética do verso livre também poderia ter poemas maiores, pois, não há facilidade alguma em criarmos nossa própria estética e nosso próprio ritmo, a forma clássica já está estabelecida é só colocar as palavras na fôrma. Não, não estou desmerecendo a forma primeira que me acolheu nas minhas andanças corriqueiras de poeta, apenas percebi outros caminhos que a poesia me proporcionou."

Vamos conhecer alguns?!

Soneto da amizade mútua


Pintemos, amor, a ode brutal
um futuro sistemático adormecido
onde a fúria do desejo é triunfal
e a penumbra é a glória do iludido.

Ora, cantemos como bichos no cio
transas fálicas são bacanais de versos
a plena purificação tardia é hostil
numa liberdade de segredos perversos.

As incertezas são desordens mútuas
explodindo arquitetura mal planejadas
sobrevivendo apenas devoções, de repente...
Amo-te, sem mais, como amigo, simplesmente!
Amo-te na mais perfeita primavera tua
e amarei a rosa desejada, aberta e nua.



Soneto ao sorriso desconhecido


Eis o espanto na ribalta dum sorriso
eram sossegos na simetria das luzes
na timidez hermética de um paraíso
libertou meus agouros das cruzes.

Eis o desconhecido encanto conciso
o sublime resvalado diante dos olhos
a entrega ao esquecimento contido
no alumbramento dos meus imbróglios.

Diante da epifânica paisagem dos lábios
a eloquência verve perdeu-se no ímpeto
do silêncio sagrado dos versos sábios.

E o âmago febril em seu ventre fecundo
executa o choro nas ruas de outono
reverberando o sorriso que silenciou o mundo.

Soneto à mulher amada


Amada minha, ouve teu poeta!
espadas desejam nosso sangue
lâminas perfuram o que resta
e padeço-me na alma exangue.

Amada minha, ouve o teu poeta!
bendita és nos lírios da tarde
na ode duma açucena discreta
no beijo onde teu ventre arde.

A paisagem submersa nos lábios 
é antídoto dum veneno infernal
sendo nosso os cuidados vários 

E quando sentires as flores afinal 
Saberás, é o meu amor nos amparos
do semblante vivo de teu sinal.


Poema retrato

Que belo tom as rosas uniram
uma azul, a outra, felicidade
vindas do jardim de Monet, anteviram
valsas de pássaros em ode à saudade.

O sol, em sua luz, mergulha no infinito
ilumina no retrato o céu do mundo
ostenta sorriso tácito em verso erudito
e revela morte do tempo no fugaz segundo.
O vento leva os fios sem rumo
a mão que executa a arte – chora!
a poesia confronta o lírio a fundo
mas a primavera com as rosas acorda.
De perto, puro impressionismo – realista
digno dos pincéis e aquarelas de Courbet
o retrato reluz o sonho olvido e futurista
de uma rosa nos cabelos de uma mulher.


Olimpíadas 2016


Do lucro
à queda
corpos
afundam
ossos
fraturados
o estado
inunda
em milhões
faturados.

Que onda é essa?
Nova modalidade?
Dead cycling?
Ou
Bike Lane of fear?
A vista:
Wonderful!
Really!


O céu
azul
Rio
Cidade
maravilhosa
futebol
passagem
(de)caída
dois
corpos
brozeando
a ausência
da vida.



Chuvisco


Cai
molha
enxuga
é frio
mas passa.
Cai como lágrima de criança
como uma esperança
derradeira a cada pingo.
Cai
alimenta:
montes
florestas
e amores
mal acalentados
cai encantado
com um leve vento
é o que vos resta.
Além do sonho
de crescer
e torna-se
uma tempestade completa.

Qual foi o preferido de vocês?
XOXO