Textos: Amizade é que Nem Vidro?


Há muito tempo, vi uma frase que dizia “Amizade é que nem vidro, se cair uma vez, quebra e nunca mais volta ao normal”. Eu concordei com ela, passei a pensar assim também. Mas ai você apareceu pra mim. Nós brigamos e eu tinha que acreditar que ainda poderíamos voltar a ser amigos, precisava de uma pontinha de esperança que tudo ia dar certo no final. Então, reformulei toda a minha ideia sobre amizade e em tudo que eu acreditava só pra não te perder... Amizade pode ser que nem vidro, cai e quebra. Isso é fato... Depois disso, pode não voltar mais ao normal. Porém, nada nos impede de tentar recomeçar, juntar moedinha por moedinha e guardar tudo em um cofrinho. Assim, podemos somar tudo o que reconquistamos e comprar um vidro novo. Olha, podem até ser melhor que o antigo!

Resenha: A Menina que Colecionava Borboletas (★★★★★)



Boa tarde leitores! Tudo bem? Hoje eu trago mais uma resenha!


Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Páginas: 151
Classificação: (★★★★★)

Ano de edição: 2014 


Só tenho elogios para fazer sobre esse livro... A diagramação é ótima, o designer foi muito bem explorado e o livro ficou sensacional!

É composto por crônicas e como diz na contra capa: "Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples... Mostra o quando amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus defeitos e poréns."


Podemos perceber as dificuldades - tanto amorosa quando crises existenciais e sobre o dia-a-dia - enfrentadas e como ela lida com tudo isso. A cada crônica que se passa aprendemos mais um pouquinho sobre a vida e os desafios que nos deparamos no decorrer do caminho.


Novamente, quando acabei o livro me veio uma vontade de começar a escrever textos quase que imediatamente. Sentimos o desejo e a necessidade de arrumar toda essa bagunça de sentimentos e emoções que guardamos por dentro... Assim como a Bruna demonstra fazer escrevendo textos.

Eu simplesmente sou apaixonada pela forma como ela expressa suas emoções e é impossível não nos identificarmos com boa parte do livro! 


Como no livro "Depois dos Quinze", encontramos nas ultimas folhas uma coletânea de músicas sugerias para escutar durante a leitura.


Eu, novamente super recomendo a leitura e não vejo a hora de ler mais crônicas da Bruna!

Algumas citações:


"Depois de certo tempo, a gente finalmente entende que culto mesmo é quem não tem vergonha de reconhecer suas limitações e, claro, tem vontade de sobra de superá-las diariamente".


"Estar no comando da própria vida é uma das melhores sensações que o ser humano consegue experimentar. A melhor, até onde sei, ainda é o amor. Viver as duas coisas ao mesmo tempo não é tão simples quanto parece, como descrevem nos filmes e livros. É raro. Muito raro. Nossa sorte é que tentar é bem divertido. Não sei você, mas eu adoro me apaixonar".


"Tudo é muito relativo. Seu próximo sorriso só precisa de um novo referencial".


"A verdade é que as coisas nunca serão como antes. Nunca mesmo".


"Estamos falando de atitudes. Faz toda diferença".


"Posso te contar uma coisa? A pessoa certa não existe. Todas as pessoas são um pouco erradas. Só depende do seu ponto de vista".


"Não tenho medo de nada. Até eu me apaixonar".

"Li sua ultima mensagem pela milésima vez e dei aquele sorriso bobo. Não respondi ainda para você não achar que é tão importante. Droga. Você é".

E vocês, já leram algum livro dela? O que acharam?

Espero que tenham gostado!
XOXO 


Frase "Diária": 500 Dias com Ela






"Um garoto e uma garota podem ser só amigos, mas em um ponto ou outro, eles vão se apaixonar. Talvez temporariamente, talvez na hora errada, talvez tarde demais ou talvez para sempre".



Textos: De Uma Hora pra Outra

Hoje, me peguei pensando em você –depois de vários dias sem pensar - E me caiu a ficha, que eu não sei nem como fui me apaixonar. Talvez tenha sido o seu sorriso, seu jeito de falar, sua facilidade em me fazer rir, sua camisa rosa, seu perfume, seu interesse em meu cabelo, as coisas fofas que você falava, seu estranho gosto musical ou, tudo isso junto... Mas funcionou. Pelo menos, eu me sinto completamente dependente de meus pensamentos – que sempre aparecem sem me pedir permissão - sobre você. Só tenho uma dica pra te dar: dá próxima vez que causar isso em outra garota, se preocupe com ela, ao menos fale com ela... E não suma assim “de uma hora pra outra”. Palavras machucam, mas a ignorância também!